Uncategorized

Renove suas maquiagens com marcas importadas – sem pagar demais por isso!

Trabalhar com Maquiagem é muito gratificante ao ver os resultados e as clientes felizes. E sabemos o quanto de investimento é importante para o negócio chegar a um grande nível e ser reconhecido.

Muita qualificação, aparelhos, acessórios e muitos, muitos produtos para fazer o melhor trabalho – e o cuidado na escolha de cada um, pela qualidade e pela preocupação com a saúde das clientes.

E sabemos que os preços de produtos de maquiagem são caros, se quisermos – e queremos – investir no melhor. E também são muitos itens diferentes.

Uma opção são os produtos importados que, mesmo com a variação cambial tão desfavorável, ainda têm um preço melhor.

Importar é uma ótima opção para ter produtos melhores, economizar e satisfazer ainda mais os clientes. Pensei em dicas para que você renove suas maquiagens com marcas importadas – sem pagar demais por isso.

Passo 1 – Conheça bem os produtos que você quer comprar em importação.

Muitos produtos importados são desconhecidos aqui, porque não tem revenda.

Então devemos ter cuidado para investir, talvez uma quantidade pequena para ver se a qualidade compensa a importação e se não apresenta problemas com a pele de suas clientes.

Passo 2 – Defina uma primeira compra de maquiagens em importação.

O trabalho de Maquiagem envolve muitos produtos com importância e frequência de uso diferentes. E com certeza não vamos importar neste primeiro momento.

Se formos pesquisar todos eles, vamos demorar muito – e a cotação do dólar muda todo dia. Selecione um grupo pequeno das mais usadas e de maior custo para fazer a primeira importação. Se possível, distribua entre mais de um fornecedor, assim você pode testar a eficiência deles e tomar as primeiras decisões.

Passo 3 – Pesquise os fornecedores para a importação das suas maquiagens

Esta etapa é fundamental para o sucesso da importação das suas maquiagens. Pesquise bastante na internet sobre empresas que revendam, em especial grandes lojas que transmitem mais confiança para começar a importar.

Sites como o Eyeko, BeautyJoint e o Dermstore têm uma reputação muito boa. Nos Estados Unidos você pode certificar a qualidade da empresa se ela for certificada pela BBB, um órgão que reúne empresas com bom histórico com seus clientes.

Passo 4 – Avalie o custo x benefício da sua primeira importação das suas maquiagens.

Pense na quantidade que você pode precisar e por quanto tempo. Pode ser interessante fazer uma programação similar a que você tem com as maquiagens nacionais.

Se não tiver esta programação, defina um prazo de estoque – por exemplo, 3 meses – para que você possa conhecer os produtos e rever a próxima compra.

A parte mais importante é pesquisar os preços e o valor final do pedido – aqui você precisar avaliar:

  • O limite de compra para não correr o risco de taxação de impostos – gerar pedidos separados pode ser uma opção.
  • Como fica o valor do frete do pedido.
  • Calcular o valor unitário em dólares de cada item e converter.
  • Comparar com o valor que você paga por ele no Brasil – se for o caso – ou com o similar nacional mais próximo.

Passo 5 – Invista em conhecimento para suas importações de maquiagens.

Importar é um processo complexo por ter muitas atividades, alguns documentos e termos específicos – e tudo em inglês.

Além disto, é fundamental documentar todos os passos, desde o pedido feito no site até e-mails trocados. Com eles, você pode questionar algum procedimento incorreto do fornecedor – e normalmente eles ressarcem rapidamente ou dão um crédito para pedidos já despachados.

Na academia do importador você aprende os detalhes de uma importação de produtos e pode oferecer as melhores marcas para suas clientes, sem sair do país ou gastar demais para isso, e subir mais degraus na qualidade e no sucesso do seu negócio.

 

 

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *